Buscar
  • nstech

e-Frete, empresa focada em gestão de pagamento de fretes, é entrada da NSTech no setor de fintechs


Da Redação NSTech

Fundada pela Niche Partners, a nstech, plataforma aberta de tecnologia para logística e mobilidade, comunica sua segunda aquisição em apenas uma semana. A e-Frete, uma das líderes no país em gestão eletrônica de pagamentos de fretes, se junta ao grupo que já conta com Buonny, Opentech, Brasil Risk, AT&M, Praxio, I Am Tech, Hivecloud, Fusion, 99Kote, LogRisk e Bsoft – esta adquirida no início de setembro.


Com mais esta incorporação, a plataforma nstech acrescenta ao seu banco de dados mais de 80 mil motoristas ativos e 3000 postos credenciados.


A e-Frete está no mercado desde 2009. “Trata-se de uma solução funcional, enxuta e de alta confiabilidade e aceitação pelos contratantes, motoristas e postos de abastecimentos e serviços de todo o país”, destaca Celso Félix de Lima, presidente da e-Frete.


Em 2020, a e-Frete foi responsável por mais de 7 milhões de movimentações financeiras e cresce a dois dígitos anualmente. Sua arquitetura permite o uso, via telefone celular, em qualquer lugar do mundo. O faturamento da empresa esse ano deve superar R$23 milhões.


“A e-Frete conquistou a confiança do mercado oferecendo meio de pagamento simplificado tanto para o transportador quanto para o motorista. Hoje, ainda não existe um banco digital completo voltado para caminhoneiro e para a transportadora. Com a e-Frete, complementaremos a oferta de soluções financeiras através de novos produtos como a conta digital e o crédito simplificado, tornando-se assim, a primeira fintech da nstech. O time atual segue na companhia preservando a cultura e a operação atual, mas aproveitando das sinergias da plataforma para crescer e agregar mais valor aos seus clientes. Além disso, 5 dos 8 atuais sócios da e-Frete passam a ser sócios da nsetch. A chegada da e-Frete reforça a nossa estratégia de ser o mais completo pacote de soluções tecnológicas para logística da América Latina,”, afirma Vasco Oliveira, CEO da nstech.


Para aquisição da e-Frete, a nstech usou recursos do seu recente aumento de capital de R$ 500 milhões. “Nosso objetivo é nos tornarmos a melhor e a maior plataforma SaaS para logística da América Latina em número clientes, base da dados e geração de caixa. Para isso, incorporamos empresas que nos ajudam a consolidar nossa plataforma One Stop Shop, simplificando a vida dos clientes”, ressalta o CEO da nstech.



O Brasil gasta cerca de 12% do PIB com logística contra 7% dos Estados Unidos. Mais de 40% dos caminhões rodam vazios. Além disso, somos o 3º maior país do mundo em roubo de cargas e ocorrem mais de 18 mil acidentes de trânsito por ano somente nas rodovias federais envolvendo caminhões. “Juntos com os empreendedores que fundaram as empresas excepcionais do grupo, aliado a um time fora de série, vamos mudar a realidade do setor. Além disso, seremos referência em ESG”, ressalta Vasco Oliveira.

23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo